Thursday, July 25, 2013

Torta de Alfarroba



Com a torta de alfarroba provada e aprovada, é seguro deixar-vos aqui a receita. Eu comprei a farinha no Algarve, na praça mas encontram à venda tanto no Continente como no Pingo Doce, na secção de produtos naturais ou dietéticos. Tive que pesquisar na internet várias receitas que, a meu ver, se aproximavam das tortas que costumo comer no algarve. Optei por uma com pouca farinha e mais ovo, até para ser mais fácil de enrolar. E claro, fiz alterações a meu gosto porque não tem interesse nenhum eu andar a copiar receitas de outros lados e colocá-las neste blog. Prefiro dar um toque pessoal às receitas.

Ingredientes:
6 ovos
280gr. de açucar
100 gr, de amêndoa com casca, ralada
2 colheres de sopa de farinha de alfarroba
1 colher de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de mel

Recheio:
150 gr. de açucar
5 gemas
1 dl de água
1 casca de limão

Começam por fazer o creme. Levam ao lume a água com o açucar e a casca de limão. Deixam ferver 5 minutos e depois, já fora do lume, juntam as gemas em fio, batendo sem parar. Vai ao lume outra vez, em fogo brando e cozem os ovos, mais uma vez, sempre a bater, até engrossarem. Tiram do lume e reservam. 
Para a torta, batam a manteiga amolecida com o açucar e o mel até ficar bem cremoso. Adicionem os ovos, um a um, batendo bem entre cada adição e a amêndoa. Com cuidado, juntem as farinhas, sem deixar formar grumos, envolvendo devagarinho. A mistura vai cozer em forno médio , 160-180º  em tabuleiro rectangular forrado com papel vegetal e barrado com margarina. A massa deve ficar firme e húmida, sem que se agarre ao palito quando o espetarem na massa para verificarem o andamento da cozedura. Quando a torta estiver cozida, desenformam-na sobre o papel vegetal, barram com o doce de ovos e enrolam. Bom apetite!

15 comments:

  1. Esta torta é a demonstração clara de que até mesmo nalguns casos, nascer torto e nunca se endireitar é uma vantagem. Atingiu um nível de excelência digno de registo e impõe-se portanto um reconhecimento muito particular à Miss Sara por mais esta pérola culinária.

    ReplyDelete
  2. Sem falsa modéstia, reconheço que ficou muito boa, ao ponto de achar desnecessário ficar dependente das minhas viagens ao Algarve. O meu exemplar é vastamente superior à que habitualmente compro por lá.

    ReplyDelete
  3. Era mesmo esta receita que procurava! Obrigado!

    ReplyDelete
  4. Boa tarde. A receita parece me bem e não tenho duvidas que seja muito boa. Porém gostaria de fazer um reparo. No Algarve a maior parte dos cafés/pastelarias que vendem para os turistas a qualidade nem sempre é das melhores. Sugiro ir mais para o interior e perder algum tempo a procurar locais de referencia dos habitantes do Algarve e de certeza k não se irá arrepender de provar o verdadeiro sabor dos doces regionais.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá. Acredito no que me diz e, se um dia, resolver descobrir zonas menos turísticas do Algarve, irei procurar os tais santuários da doçaria. Eu não tenho explorado esta parte do país, e geralmente mantenho-me sempre pela zona de Vila Real/Altura/Monte Gordo. Em Monte Gordo comi umas tortas de alfarroba decentes, em restaurantes, porque em pastelarias parece impossível encontrar. Em Vila Real, na pastelaria que há perto da camara municipal e onde se encontram bons doces regionais, cheguei à conclusão que a torta deles, comparada com outras que comi e com a minha, é apenas mediana, um pouco seca e demasiado fofa para meu gosto. Em Altura encontrei outro exemplo de torta, bastante agradável, recheada com doce de laranja e também o bolo/tarte 3 delícias do Algarve, que infelizmente eles não tinham para venda no dia em que lá fui e não aceitaram encomenda. Sinceramente, acho que eles não dão o devido valor ao que têm. Para além de ser difícil encontrar os doces em determinadas zonas, eles também não facilitam a vida ao cliente mesmo quando os encontro. É porque esgotou, não sabem quando voltam a ter, não aceitam encomendas, etc. Parece que não querem vender. Por isso, ando a tentar recriar as receitas, para não estar dependente de ninguém. A próxima maravilha que quero fazer é a tal tarte 3 delícias do Algarve que adorei (que descobri no restaurante Manel d'Água em Castro Marim e também num restaurante em Vila Real, ambas confeccionadas na zona de Portimão/São Brás de Alportel).

      Delete
    2. Compreendo perfeitamente a situação, situação essa que me entristece bastante verificar que uma região com uma doçaria tão rica e saborosa seja de difícil acesso para quem a visita. Porém, admiro o empenho e dedicação em recriar esse tipo de doçaria regional. A triologia algarvia ou as 3 delicias do Algarve é um doce excelente aprecio bastante, mistura o bolo de figo, morgado de amêndoa e bolo de alfarroba, tudo em um é fantástico. Se alguma vez vier para a zona de Portimão sugiro ir a Casa da Isabel (fabrico caseiro) fica no centro de Portimão na rua direita. Em armação de Pera sugiro Campidoce. De qualquer forma admiro bastante o seu empenho e dedicação em recriar a doçaria regional algarvia. Cumprimentos.

      Delete
    3. Desculpe a resposta tardia mas queria agradecer as indicações que me deu sobre onde encontrar o bolo. Muito obrigada! Espero muito brevemente colocar aqui a minha receita.

      Delete
  5. Ti Marquinhas em São Brás de Alportel

    ReplyDelete
  6. Olá. Tive o prazer de conhecer a Casa da Isabel em Portimão e é uma verdadeira tentação. Comi uma torta de alfarroba com laranja que era simplesmente divinal. È pastelaria caseira ao mais alto nível.

    Mas vou tentar fazer esta receita, porque efetivamente fiquei fã da pastelaria com alfarroba.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Quando fizer a torta, dê-me a sua opinião, se gostou da receita. E fotos são bem-vindas, gostaria de as publicar!

      Delete
  7. restaurant cyclista in Tavira had excellent laranja e alfarroba

    ReplyDelete
  8. Olá boa tarde! Antes demais obrigado pela receita. Tenha apenas uma questão, quais as dimensões do tabuleiro que usou? Muito obrigado

    ReplyDelete